Instituto Oceanográfico da Universidade de São Paulo

  

logo iousp

 

Visão
O Instituto Oceanográfico é uma instituição pública dedicada ao estudo das Ciências do Mar. Visa ministrar e realizar pesquisas em caráter de excelência, bem como promover atividades culturais em benefício da sociedade. É seu objetivo ser uma instituição de referência e na transmissão do conhecimento sobre os oceanos e, também, contribuir para respostas aos problemas de ordem local e global, relacionados ao clima e exploração sustentada dos ecossistemas marinhos.

 

Missão
Ensinar, pesquisar e transmitir o conhecimento científico sobre os oceanos, em benefício da sociedade. Essas atividades serão alcançadas por:

  • Divulgar o conhecimento em diversos níveis, através do ensino associado à pesquisa;
  • Permitir o avanço do conhecimento através da pesquisa crítica e independente;
  • Subsidiar as atividades de manejo ambiental e desenvolvimento sustentado, contribuindo com os mais diversos órgãos e instituições na formulação de políticas e ações voltadas ao ambiente marinho.

 

O IOUSP é constituído por dois departamentos, Oceanografia Biológica e Oceanografia Física, Química e Geológica. Conta com cerca de 50 docentes e 200 servidores não-docentes.

Tanto na Graduação quanto na Pós-Graduação, os temas relacionados à observação dos fenômenos e processos marinhos são desenvolvidos em aulas a bordo das embarcações: Navio Oceanográfico "N/Oc. Alpha Crucis"; Barco de Pesquisa "B/Pq. Alpha Delphini", ambos adquiridos através de financiamentos aprovados pela Fundação de Apoio à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); bem como dos Barcos de Pesquisa "Albacora" e "Veliger II", bem como nas Bases Costeiras de Ensino e Pesquisa "Dr. João de Paiva Carvalho", situada em Cananéia, e "Clarimundo de Jesus", localizada em Ubatuba.

O Regimento do Instituto Oceanográfico foi aprovado pela Resolução nº 4048, de 22 de novembro de 1993, sendo posteriormente alterado pelas resoluções: 4810/2000, 4978/2002, 5810/2009, 5836/2010 e 6089/2012. 

iousp infra

 

Graduação

As atividades de ensino do Instituto Oceanográfico desenvolvem-se em dois níveis: Graduação e Pós-Graduação. O Bacharelado em Oceanografia foi criado em 2001 tendo, em 2002, recebido a primeira turma de alunos ingressantes. O curso de graduação insere-se na área de Ciências da Terra sendo, porém, fortemente multidisciplinar. Os alunos recebem ampla formação em Matemática, Cálculo Diferencial e Integral particularmente, Biologia, Química, Física e Geologia. O estudo dos processos marinhos integra essas diversas ciências básicas, tanto sob o ponto de vista teórico quanto experimental

 

Pós-Graduação

O programa de Pós-Graduação em Oceanografia, área de concentração de Oceanografia Biológica requer o acompanhamento de disciplinas de diferentes áreas, tais como plâncton, bentos, nécton, ecologia marinha e poluição. O programa de Pós-Graduação em Oceanografia, área de concentração de Física enfoca o estudo dos processos físicos que ocorrem nos oceanos, tais como correntes, ondas, maré, interação oceano-atmosfera, além de abordar aspectos climáticos associados ao Oceano Atlântico. O programa de Pós-Graduação em Oceanografia, área de concentração de Oceanografia Química e Geológica apresenta disciplinas específicas a cada uma dessas duas áreas, tais como: sedimentação marinha, fisiografia, poluição química, ciclos biogeoquímicos de nutrientes e gases dissolvidos. 

 

Pesquisa

O Instituto Oceanográfico tem assumido diversificada gama de atividades de pesquisa em nível nacional, bem como participado ativamente em programas internacionais. A extensa costa do Brasil inclui ecossistemas tropicais e subtropicais, habitados por flora e fauna diversas. Tendo essa informação como ponto de partida, uma das principais metas do Instituto Oceanográfico é buscar subsídios para compreender o complexo ecossistema marinho, bem como planejar a utilização racional e sustentada de todos os recursos naturais. Grandes esforços também são dispensados para o entendimento dos padrões de circulação de massas de água e transporte de substâncias e calor no Oceano Atlântico. O impacto das atividades humanas sobre o ecossistema costeiro é considerado um problema mundial, sendo que um dos desafios do Instituto é a avaliação e monitoramento desses ecossistemas.

 

Cultura e Extensão

Como parte das atividades de cultura e extensão universitária o Instituto Oceanográfico oferece cursos de extensão, particularmente ao nível de difusão cultural, voltados principalmente para alunos do ensino médio.  O Museu Oceanográfico, situado na sede de São Paulo, recebe cerca de 25 mil visitantes anuais. Docentes do Instituto participam ativamente do encaminhamento de questões com aplicação imediata à preservação e conservação do meio ambiente marinho, quando solicitados por empresas, órgãos públicos e privados.

Compartilhe